A perfuração do poço de petróleo




http://2.bp.blogspot.com/_pB9rdYB5wbI/TTXJZDtRSyI/AAAAAAAABJw/ODQ-VEqFdNU/s320/revestimento+petr%25C3%25B3leo.JPG

A Extração de petróleo é o processo pelo qual petróleo utilizável é extraído e removido do subsolo. Uma das fases desse processo é a perfuração.

O poço de petróleo é criado pela perfuração de um buraco na terra com uma sonda de perfuração. Um tubo de aço (envoltório) é colocado no buraco, para assegurar a integridade estrutural do poço recém-perfurado. Buracos são feitos na base do poço para permitir que o petróleo passe pelo furo. Finalmente, um conjunto de válvulas denominado "árvore de Natal" é montado no topo, com as válvulas que regulam as pressões e os fluxos de controle. Durante o tempo de operação do poço a pressão vai cair, e em algum momento haverá uma pressão subterrânea insuficiente para forçar o óleo à superfície.
Após a produção natural do reservatório diminuir, métodos de recuperação secundária são aplicados. Eles contam com o fornecimento de energia externa para o reservatório na forma de injeção de fluidos para aumentar a pressão do reservatório, portanto, substituir ou aumentar o impulsor natural do reservatório com um meio artificial.

Às vezes, as bombas, como bombas cabeça de cavalo e bombas elétricas submersíveis (em inglês electrical submersible pumps, ESP), são usadas para trazer o petróleo para a superfície.

Outras técnicas de recuperação secundária são o aumento da pressão do reservatório por injeção de água, reinjeção de gás natural e gas lift, o qual injeta ar, gás carbônico ou algum outro gás para o fundo de um poço de produção, reduzindo a densidade global do fluido no poço. O fator de recuperação das operações típicas de inundação com água é de cerca de 30%, dependendo das propriedades do petróleo e as características da rocha reservatório. Em média, o fator de recuperação após as operações de recuperação primária e secundária de petróleo está entre 30 e 50%.


Comente:

Nenhum comentário