Saiba mais sobre a Engenharia Biomédica




https://www.estesl.ipl.pt/sites/default/files/styles/colorbox/public/2015/imagens/montagem_logo_0.jpg?itok=K1Xg4Xz_

A Engenharia Biomédica cuida da concepção de equipamentos médicos, biomédicos e odontológicos, tanto para diagnóstico quanto de tratamento.  Ela   surgiu como curso de graduação há poucos anos e  já assumiu um lugar de destaque dentre os cursos de Engenharia, tendo em vista a grande necessidade de utilizar a tecnologia em prol da Medicina, buscando soluções eficazes nos diagnósticos e na prevenção de problemas de saúde.

CURSO ONLINE DE ENGENHARIA BIOMÉDICA

Cobrindo todos estes ramos de atividade, de modo interdisciplinar e multiprofissional, a Engenharia Biomédica não só contribui na área de saúde, mas também para os desenvolvimentos científicos, econômicos e sociais. Isto permite que um grande número de pessoas, com formações e vocações diversas, encontrem na Engenharia Biomédica a oportunidade de aprimorar seus conhecimentos técnicos e científicos e de atuar nas fronteiras do conhecimento.

De um modo geral, todos os profissionais das área de saúde, engenharias e ciências exatas podem atuar em Engenharia Biomédica.

Estudo divulgado pela revista Forbes em 2012 revela que a Engenharia Biomédica ocupa o topo do ranking entre os cursos de graduação com as carreiras mais promissoras nos Estados Unidos. Isso se deve ao emprego de tecnologias de ponta no diagnóstico e nas terapias. Assim como lá, o mercado também está em alta no Brasil. "A carência de profissionais, bem como o aumento da expectativa de vida da população, mantêm aquecida a procura pelo graduado", diz Fernanda Marciano, coordenadora do curso de Engenharia Biomédica da Universidade do Vale do Paraíba (Univap). Segundo ela, o uso crescente de novas tecnologias no ambiente odonto-médico-hospitalar também amplia o leque de atuação do engenheiro biomédico. Em hospitais e centros de diagnóstico, este profissional auxilia na compra, na instalação e na manutenção dos equipamentos. Em indústrias, desenvolve novos equipamentos. Trabalha, também, em empresas de certificação de qualidade, universidades e institutos de pesquisa. São Paulo, Minas Gerais e Pernambuco são os estados que mais têm aberto vagas, principalmente em cidades do interior. Mas a Região Sul também oferece boas oportunidades de trabalho. O Norte e o Nordeste são mercados abertos, ainda a serem explorados, pois sofrem déficit de profissionais.


Comente:

Nenhum comentário