Principais diferenças entre terapias alternativas e tradicionais






Sabemos que, em muitos casos, apenas manter esse estilo de vida não basta — é necessário, também, buscar por terapias e/ou tratamentos que melhorem a saúde e bem-estar. Quando isso acontece, existem dois caminhos a seguir: optar pelas terapias alternativas ou pelas tradicionais.

Dentre as principais diferenças entre terapias tradicionais e alternativas, estão:

  • custo do tratamento
  • tempo dedicado à terapia escolhida necessário para a prática começar a fazer efeito
  • o surgimento ou não de efeitos colaterais ou secundários que tais métodos podem causar

Muitas delas prezam pelo conjunto de ações:

  • boa alimentação
  • boa rotina de exercícios
  • manter-se em harmonia com o meio em que vive
  • evitar o consumo excessivo de fármacos
  • tirar alguns minutos do dia para relaxar ou meditar

Muitas vezes, a união entre as duas práticas tradicional e alternativa se faz muito benéfica e atua de maneira eficaz para determinadas pessoas.

De todo modo, as terapias alternativas, oriundas de países orientais, trazem muito mais do que cura para dores físicas — elas mesclam o poder da mente sobre o corpo e buscam proporcionar ao indivíduo consciência e domínio do que faz bem ou não a ele. Essa reeducação comportamental é chamada de medicina holística.

As terapias alternativas são importante para o tratamento de inúmeros problemas. Estude-as através de artigo científico. Clique aqui e veja os temas que possuímos.



Comente:

Nenhum comentário