5 carreiras em alta na Educação Física





As carreiras tradicionais em Educação Física são bastante variadas e desafiadoras, e já costumam garantir muitas possibilidades para o profissional da área, que pode especializar-se em inúmeros campos profissionais.
Alguns deles vêm ganhando um destaque especial nos últimos anos, por isso, se você está pensando em cursar Educação Física, veja algumas carreiras que podem ser bem interessantes para o seu futuro.
Conheça agora as 5 carreiras da área mais relevantes e descubra se não é uma delas a que tem tudo a ver com o seu futuro.
1. O personal trainer
O personal trainer é o profissional que efetua o treinamento personalizado de acordo com as necessidades e objetivos de cada pessoa. Ele é requisitado principalmente em academias para orientar o aluno e avaliar o seu desempenho, certificando-se de que ele efetivamente está realizando os exercícios da forma correta e atingindo aquilo que deseja.
O profissional deve respeitar os chamados "Princípios Básicos do Treinamento" e ter habilitação do CREF (Conselho Regional de Educação Física).
Ele pode seguir diferentes áreas da Educação Física, como: musculação, treinamento funcional, yoga, pilates, cross fit, natação, hidroginástica, artes marciais, capoeira, boxe; ciclismo, corrida, ginásticas praticadas em academias (spinning, zumba, jump), esportes individuais ou coletivos, reabilitação musculoesquelética/cardíaca e assim por diante.
2. Profissional de Educação Física no PSF
O Programa de Saúde da Família também reconhece a importância de um profissional de Educação Física. Ele está entre os profissionais que podem compor o NASF, ligado ao SUS. O conceito de "profissional de Educação Física" envolve alguém mais bem preparado, que tenha se dedicado (ou possa se dedicar) à área de pesquisas e possua um vasto conhecimento que será aproveitado para melhorar a qualidade de vida dos pacientes.
Trata-se de uma grande responsabilidade, já que ele trabalhará com muitos pacientes de sexos, idades e condições de saúde diversas. Também atuará em parceria com outros profissionais da saúde, complementando as atividades deles (de um fisioterapeuta, por exemplo) e interagindo de muitas outras maneiras.
3. Treinador desportivo/ preparador físico
Um treinador desportivo ou preparador físico desempenha funções junto a esportistas. É um líder que deve estimular sua equipe, além de passar orientações técnicas sobre como devem atuar. Não importa qual seja o esporte, sua função é dar as melhores dicas para que o time esteja pronto para encarar os desafios das competições.
Esse trabalho é feito por meio de avaliações, testes, elaboração de programas de atividades físicas e outras coisas, por isso o profissional deve possuir conhecimentos em fisiologia, cineantropometria, cinesiologia, psicologia, bem como algumas noções de anatomia e nutrição.
Um preparador físico precisa ter formação em Educação Física – Bacharelado ou em Ciências do Esporte. Costuma-se exigir também pós-graduação em Treinamento Desportivo ou Fisiologia do Exercício, ou então ter alguma pós-graduação específica.
4. Gestor de academia/clínica
Com formação superior em Educação Física, o profissional poderá exercer um cargo executivo, como gestor de academia ou mesmo de clínica médica, de nutrição, de fisioterapia ou outra área específica da saúde.
O bacharel em Educação Física possui conhecimentos suficientes para ocupar esse cargo, pois sua grade curricular envolve disciplinas que também fazem parte de cursos mais avançados da área de saúde.
Antes, o educador físico era visto mais como aquele profissional que jogava bola e corria com os alunos nos pátios das escolas. Contudo, ele vai além disso. A Educação Física incorpora matérias que aproximam o bacharel de médicos e enfermeiros na medida em que ele também deve conhecer o funcionamento do corpo humano, os sistemas e os órgãos, os tipos de músculos, a composição do esqueleto e assim por diante.
5. Analisador de desempenho
Outro cargo que um bacharel em Educação Física pode ocupar é o de analisador de desempenho. Para analisar o desempenho em Educação Física, podem ser usadas ferramentas específicas, como alguns softwares de análise de jogos.
Porém esse é apenas um exemplo de como um profissional formado em Educação Física – Bacharelado pode trabalhar nesse cargo. Ele não precisa atuar exclusivamente no setor esportivo. Sua função pode ser desenvolvida em academias, clínicas de saúde, escolas, hospitais e outros locais.
Conheça o Drive Virtual de Educação Física, com centenas de artigos e apostilas sobre várias áreas dessa profissão.

Clique aqui e tenha informação por Whatsapp

Comente:

Nenhum comentário