Especialidades mais e menos procuradas na Medicina






A pesquisa Demografia Médica no Brasil 2018, divulgada em março de 2018 pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) e pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), revelou, das 54 especialidades médicas, as mais e menos procuradas.

As 10 mais procuradas são Clínica Médica (11,2% do total), Pediatria  (10,3%), Cirurgia Geral (8,9%), Ginecologia e Obstetrícia (8%), Anestesiologia (com 6%), Medicina do Trabalho (4,2%), Ortopedia e Traumatologia (4,1%), Cardiologia (4,1%), Oftalmologia (3,6%) e Radiologia e Diagnóstico por Imagem (3,2%).

Por outro lado, Cirurgia de Mão (0,2%), Radioterapia (0,2%) e Genética Médica (0,1%) foram as menos requisitadas.

O estudo também mostrou que a média de idade dos médicos dentro das diferentes especialidades pode apontar encolhimento ou expansão de determinadas áreas. Esse fato pode ter relação com o aumento ou a redução da procura da especialidade por recém-formados ou com uma maior ou menor oferta de vagas na residência médica. Entre as cinco áreas com menor média de idade – de 42,6 a 44,2 anos – duas tratam do câncer: Cirurgia Oncológica e Oncologia Clínica, recentemente formalizadas como especialidades distintas. As outras três são especialidades básicas, Clínica Médica, Medicina de Família e Comunidade e Cirurgia Geral.

O CDs Universitários tem vários CDS ONLINE de especialidades da Medicina. Clique aqui para saber mais!


Clique aqui e tenha informação por Whatsapp


Comente:

Nenhum comentário